Miséria extrema no país cresce e atinge 13,2 milhões de pessoas

Não é de hoje que o Brasil passa por diversas crises políticas e principalmente financeiras, nos últimos anos milhares de pessoas sofreram com a inflação alta e desemprego em todo o país. Com isso, a miséria extrema no país cresce e atinge 13,2 milhões de pessoas neste ano, o que voltou a pôr o país em uma situação alarmante.

Miséria extrema no país cresce e atinge 13,2 milhões de pessoas

De acordo com dados obtidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), desde 2016 a situação no país economicamente tem piorado bastante em relação a população.

O IBGE liberou informações que confirmam que após 2016, o nível de extrema pobreza no país saltou para 26,5%. Assim, mais de ¼ de toda a população brasileira está abaixo da linha de pobreza.

Com isso, algumas alternativas foram criadas pelo Governo federal afim de amenizar essa situação financeira.

O programa do Cadastro Único, teve uma remodelação e passou a inscrever pessoas e famílias em programas socais. Por meio do CadÚnico, esses cidadãos podem ter acesso a alguns benefícios sociais como o Bolsa Família, ou o programa Chapéu de Palha.

CadÚnico 2021

Segundo os dados emitidos pelo CadÚnico, o número aproximado de pessoas no Brasil que estão abaixo da linha de pobreza chega a ser de 13,2 milhões de pessoas em todo o território nacional.

Dentre essa população carente, a maior concentração se encontra na região Nordeste. Porém, nos anos de 2018 e 2019, os estados brasileiros que mais sofreram com quedas na situação financeira das famílias brasileiras, foram os estado do Rio de Janeiro e de Roraima.

Com isso, fica claro que todo o país está passando mais uma vez por uma alta crise financeira. Da qual, afeta principalmente as famílias e a economia local.

Porém, para tentar auxiliar essas pessoas, o CadÚnico vem criando formas alternativas de auxiliar a população. Atualmente, mais de 14 milhões de pessoas possuem um cadastro Bolsa Família 2021.

Por meio deste benefício, é possível que milhares de pessoas possam conseguir uma melhor condição para suas famílias. E assim, ter uma maior qualidade de vida. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *