Principais Motivos que Podem Barrar o Licenciamento de Veículos

O licenciamento do veículo é um documento fundamental para qualquer proprietário de automóvel, pois funciona como uma identidade do mesmo.  Além disso, garante que o seu veículo pode circular nas ruas. Vale mencionar que quem não cumpre o licenciamento, está sujeito à algumas consequências.

Saiba a seguir dos principais motivos que podem barrar o licenciamento de veículos e entenda porquê você deve realizá-lo:

O que é o licenciamento do veículo?

Também conhecido como o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), o licenciamento deve ser realizado anualmente e é obrigatório. Além de ser necessário realizá-lo todo ano, o seu porte também é obrigatório enquanto estiver guiando um automóvel.

O licenciamento é o único documento que pode comprovar que o seu veículo está em condições regulares para circular, atendendo às normais de segurança. Geralmente, esta taxa gira em torno dos R$ 200, podendo ser diferente em alguns estados. Confira:

Não é sua região? Verifique as informações com o Detran do seu estado e saiba quanto às datas e valores!

Quais os motivos que podem barrar o licenciamento?

O licenciamento do veículo deve ser realizado anualmente, mas para isto, você deve saber que ele depende de outros documentos. Você sabe quais são? Veja abaixo o que pode barrar o licenciamento do seu veículo.

IPVA

O IPVA corresponde ao Imposto Sobre a Propriedade de Veículos e, assim como o licenciamento, deve ser cumprido anualmente pelos proprietários de veículos. Este imposto é obrigatório e não o cumprir, além de gerar multas, não permite que o motorista realize o licenciamento do seu veículo.

Além disso, circular com IPVA RJ em atraso e sem a documentação atualizada, pode levar o seu veículo a ser apreendido. Os custos da apreensão são de responsabilidade do proprietário.

DPVAT

Outro valor obrigatório a ser cumprido pelo proprietário é o DPVAT. O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres deve ser pago no começo do ano, junto ao IPVA.

Como é de quitação obrigatória, não cumprir o pagamento do DPVAT impede que você tire a CRLV do seu veículo e também pode gerar a cobrança de multas.

Multas

Estar com alguma pendência com o Detran também é um dos fatores que pode barrar o licenciamento do seu automóvel. Tanto às multas por não cumprimento dos impostos obrigatórios, como as multas de trânsito impedem a emissão do CRLV.

Vale mencionar que o atraso dos impostos gera porcentagem de juros em cima do valor base deles e a documentação vencida pode gerar cobrança de mais multas.

Miséria extrema no país cresce e atinge 13,2 milhões de pessoas

Não é de hoje que o Brasil passa por diversas crises políticas e principalmente financeiras, nos últimos anos milhares de pessoas sofreram com a inflação alta e desemprego em todo o país. Com isso, a miséria extrema no país cresce e atinge 13,2 milhões de pessoas neste ano, o que voltou a pôr o país em uma situação alarmante.

Miséria extrema no país cresce e atinge 13,2 milhões de pessoas

De acordo com dados obtidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), desde 2016 a situação no país economicamente tem piorado bastante em relação a população.

O IBGE liberou informações que confirmam que após 2016, o nível de extrema pobreza no país saltou para 26,5%. Assim, mais de ¼ de toda a população brasileira está abaixo da linha de pobreza.

Com isso, algumas alternativas foram criadas pelo Governo federal afim de amenizar essa situação financeira.

O programa do Cadastro Único, teve uma remodelação e passou a inscrever pessoas e famílias em programas socais. Por meio do CadÚnico, esses cidadãos podem ter acesso a alguns benefícios sociais como o Bolsa Família, ou o programa Chapéu de Palha.

CadÚnico 2021

Segundo os dados emitidos pelo CadÚnico, o número aproximado de pessoas no Brasil que estão abaixo da linha de pobreza chega a ser de 13,2 milhões de pessoas em todo o território nacional.

Dentre essa população carente, a maior concentração se encontra na região Nordeste. Porém, nos anos de 2018 e 2019, os estados brasileiros que mais sofreram com quedas na situação financeira das famílias brasileiras, foram os estado do Rio de Janeiro e de Roraima.

Com isso, fica claro que todo o país está passando mais uma vez por uma alta crise financeira. Da qual, afeta principalmente as famílias e a economia local.

Porém, para tentar auxiliar essas pessoas, o CadÚnico vem criando formas alternativas de auxiliar a população. Atualmente, mais de 14 milhões de pessoas possuem um cadastro Bolsa Família 2021.

Por meio deste benefício, é possível que milhares de pessoas possam conseguir uma melhor condição para suas famílias. E assim, ter uma maior qualidade de vida. 

Qual o processo de cancelamento do Fies?

O Fies é um programa de financiamento estudantil que está em vigor há alguns e tem permitido que estudantes alcancem o sonho do ensino superior de qualidade. Assim como qualquer iniciativa, o programa dispõe de alguns requisitos e regras. Por vezes, pode ser que a requisição do financiamento não seja mais necessária e o aluno pode cancelar o benefício a qualquer momento. Você sabe como?

Entenda a seguir como funciona o Fies e qual o processo de cancelamento do auxílio.

Como funciona o Fies?

O Fies oferece financiamento para os estudantes que não podem arcar com as mensalidades da faculdade e é conhecido por ter os juros mais baixos do mercado. Quando contratado, o Fies oferece subsídio até a conclusão da graduação e você só precisa devolver o valor após um período depois da finalização do seu curso.

Para manter o programa é preciso realizar pagamentos trimestrais, de acordo com as novas regras do Fies, assim como realizar o aditamento FIES dentro do prazo estabelecido pelo próprio programa. O não cumprimento destes requisitos pode levar a perda do subsídio do Fundo de Financiamento Estudantil. Portanto, atente-se as regras e não perca o seu auxilio.

Quer garantir o seu financiamento para o FIES 2021? Confira as informações e fique por dentro!

Qual o processo de cancelamento?

Seja por desistência da faculdade ou por melhoria da situação financeira do beneficiado, ele pode realizar a qualquer momento o cancelamento do Fies. Você sabe como? A primeira coisa a se fazer é garantir que você não tem nenhum débito pendente com o programa, como por exemplo, as mensalidades trimestrais.

Você deve solicitar o cancelamento do Fies através do site. Mas vale lembrar que o cancelamento só fica disponível no atendimento online do programa nos dias 1 e 15 de cada mês, exceto pelos meses de Junho e Dezembro. Quando acessar o site neste período, clique em “Encerramento” para iniciar o processo.

Depois de informar os seus dados no site você deve escolher uma das 4 formas de quitação da sua dívida com o Fies. As opções disponíveis para você são:

  • Liquidar o contrato no ato do encerramento;
  • Permanecer na fase de utilização;
  • Antecipar a fase de carência;
  • Antecipar a fase de amortização.

Leia atentamente os valores e prazos de cada opção e selecione a que for condizente com a sua situação. Depois desta etapa, você deverá se dirigir, acompanhado por seu fiador, à agência bancária pela qual contratou o financiamento do Fies e confirmar o cancelamento do mesmo.

Enquetes apontam que participante de Reality Show sairá com mais de 60% dos votos

Todo mundo sonha em participar do maior reality show que é o Big Brother Brasil 2021 e como faz para se inscrever no programa e participar do BBB21? Temos algumas dicas para quem quer entrar no BBB 2021.

A maioria dos participantes do BBB 2021 tem idade entre 20 e 30 anos, mas não impede que tenha um participante de 30 anos. Tem que ter um diferencial também que conta muito. A profissão representa uma classe (como bancário, publicitário, jornalista, dançarina, enfermeira, etc.). Aquele que tem um estilo forte já sai em vantagem ou até então uma característica marcante. Ser uma pessoa que arruma confusão também tem muita chance de entrar no BBB 21.

Sabemos também que para entrar no Big Brother Brasil 2021 é preciso ser muito honesto com o pessoal que assiste ao vivo o BBB 2021 por trás das câmeras. Antigamente o BBB selecionava pessoas de classe mais baixa, o que atrapalhou a imagem do programa.

Quem quer participar do BBB21, chegou a hora, é só fazer o seu vídeo e se inscrever na maior casa vigiada do brasil.

Entre agora no site da Globo.com e participe das inscrições do BBB 2021.

Se você está pensando “Quero Participar do BBB 2021” não perca tempo, faça sua inscrição para entrar na casa mais vigiada do brasil da tv globo que é o BBB21.

Se você trabalha com carteira assinada no setor privado poderá receber o PIS

Se você trabalha com carteira assinada no setor privado, é muito provável que tenha direito a receber o valor PIS 2021. Esse benefício, popularmente chamado de PIS, na verdade é o Abono Salarial, uma bonificação em dinheiro para todos que atendem os requisitos especificados. Será que você pode receber o Caixa PIS 2021?

Para os trabalhadores no Brasil, todo benefício é bem-vindo, principalmente quando esse benefício é oferecido em dinheiro. O Abono Salarial é pago pela Caixa Econômica Federal e por isso também é chamado de Caixa PIS.

É importante pontuar que nem todas as pessoas do setor privado tem direito ao recebimento do PIS e provavelmente é por isso mesmo que você está lendo essa matéria. Não sabe se tem direito ao Abono? Vamos tirar todas as suas dúvidas nessa matéria!

Quem tem direito ao PIS?

Vamos começar falando sobre valores. De acordo com a Lei nº 7.998/90, o valor máximo que o trabalhador pode receber como Abono Salarial é de um salário mínimo vigente. Só recebe um salário mínimo quem trabalhou 12 meses completos no ano anterior. Quem trabalhou menos vai receber de forma proporcional.

A matemática é simples: se você trabalhou por 1 mês, receberá 1/12 do salário mínimo vigente. Se trabalhou por 2 meses, receberá 2/12 e assim por diante.

O salário mínimo vigente nesse momento é R$ 954,00. Para facilitar sua vida, fizemos uma tabela com os valores que você receberá de acordo com o tempo trabalhado.

Meses trabalhados (em dias) Valor do Abono Salarial
1 (30 a 44 dias) R$ 80,00
2 (45 a 74 dias) R$ 159,00
3 (75 a 104 dias) R$ 239,00
4 (105 a 134 dias) R$ 318,00
5 (135 a 164 dias) R$ 398,00
6 (165 a 194 dias) R$ 477,00
7 (195 a 224 dias) R$ 557,00
8 (225 a 254 dias) R$ 636,00
9 (255 a 284 dias) R$ 716,00
10 (285 a 314 dias) R$ 795,00
11 (315 a 344 dias) R$ 875,00
12 (345 a 365 dias) R$ 954,00

Porém, não basta ser um trabalhador com carteira assinada para receber o PIS. Para ter direito ao benefício, você precisa se enquadrar nas regras impostas pelo Governo.

A seguir, vamos descobrir quem pode receber o Caixa PIS 2021.

Requisitos para receber o PIS 2021

Veja o que é preciso ter para ter direito ao recebimento do Abono Salarial:

  • Você deve estar cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos;
  • Você deve ter recebido, em 2018, uma média salarial de, no máximo, 2 salários mínimos;
  • Você deve ter trabalhado por pelo menos 30 dias em 2018 (com carteira assinada);
  • Você deve ter seus dados informados corretamente na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). Quem informa esses dados é o seu empregador. Tudo o que você deve fazer é mantê-lo atualizado sobre quaisquer mudanças de endereço ou telefone, por exemplo.

Se você preenche esses 4 requisitos, tem direito ao recebimento do Caixa PIS 2021.

Como sacar o Caixa PIS 2021?

Se você constatou que tem direito ao recebimento do Caixa PIS 2021, poderá proceder de 3 maneiras diferentes para sacar seu dinheiro:

  • Caso você tenha uma conta corrente ou uma conta poupança na Caixa, seu benefício será depositado de forma automático, basta ter um saldo mínimo de R$ 1,00 nessa conta;
  • Se você não tiver nenhuma conta, dirija-se a uma Casa Lotérica ou Caixa Eletrônico e faça o saque utilizando seu Cartão Cidadão;
  • Por fim, se você não tem uma conta na Caixa ou não sabe utilizar seu Cartão Cidadão, vá até uma agência da Caixa Econômica munido de um documento com foto e o número do seu PIS e saque o benefício.

Quem recebe bolsa família tem direito ao 13 salário?

O programa Bolsa Família ajudou milhares de brasileiros em situação de risco a conquistar a nutrição básica e melhoria de qualidade de vida. O auxílio financeiro mensal é o grande diferencial em muitos núcleos familiares com direito a pagamentos mensais. Parece um salário, mas teria um 13º salário como os trabalhadores? Saiba a seguir.

Como funciona o bolsa família?

O principal programa de ajuda para famílias de baixa renda ainda é o Bolsa Família. Ele ajuda quem não possui emprego e renda suficiente para manter os parentes do núcleo familiar com um valor não muito alto, mas que faz a diferença.

O pagamento é mensal e feito por quem for aprovado no cadastramento. O cadastramento é gratuito e os aprovados começam a ter direito a um pagamento mensal. O valor por pessoa é de R$ 89 (atualmente) não podendo passar de meio salário mínimo por família somando o recebimento de vários membros juntos.

A bolsa assistencial do programa é de fundo federal. Ele é custeado pelo pagamento de impostos e muitos outros subsídios do governo de diversos tipos de arrecadações. Em vigor desde 2003 não há estimativa que o programa seja finalizado tão cedo. Ele foi o responsável por tirar muitas famílias da situação de pobreza extrema.

Quais os requisitos para receber bolsa família

Para receber a bolsa é preciso obedecer a alguns pre requisitos. O mais importante é ser baixa renda de verdade, isso quer dizer ter uma renda mensal familiar de até meio salário mínimo. Esse valor pode de vários membros. Estar desempregado é outra pré-condição. Quando se há um novo emprego o pagamento é suspenso automaticamente.

Como é feito o saque do bolsa família

Os cadastrados no Bolsa Família recebem um cartão cidadão especial para saque. Ele é a ferramenta usada para receber o dinheiro. O pagamento é liberado para saque nas agências da Caixa Econômica Federal, nas lotéricas e agentes parceiros da Caixa.

O calendário do Bolsa Família para pagamento é de acordo com a numeração final do cartão. Os cadastrados com final 10, por exemplo, estão com o dinheiro liberado todo dia 10. Em caso de perda ou roubo do cartão é só procurar uma nova agência da Caixa e solicitar uma segunda via. A segunda via é gratuita.

Todos os meses o valor é liberado na mesma data. Pensando nas comemorações natalinas há no mês de dezembro um pagamento em dobro correspondente ao 13º salário do bolsa família.

Como se cadastrar no bolsa família

O cadastramento é gratuito e pode ser realizado em pontos de atendimento da prefeitura da cidade. Basta buscar informações na sede da prefeitura.

O cadastro é gratuito e válido por dois anos. Neste período se for aprovado o pagamento é feito continuamente, mas em caso de dois saques consecutivamente não realizados será suspenso para nova verificação de dados.

A cada dois anos o programa pede uma nova avaliação para saber se a condição financeira familiar ainda exige o pagamento. Caso não a verba será direcionada para outra família.

Mudanças aplicadas na carteira de motorista

A CNH está passando por algumas mudanças. Além da implantação do seu formato digital, agora, a carteira de motorista passará a ser um cartão e ter chip. A intenção é modernizar o documento e criar facilidades para o motorista. Quer entender como funcionará o cartão da CNH e como solicitá-la? Veja tudo o que você precisa saber no texto a seguir.

Como funciona?

A nova CNH promete facilitar muito a vida do motorista. Não só para servir como identificação pessoal e do veículo, mas como para pagar tarifas, pedágios, metrô, entre outros, assim como também para identificação biométrica.

Este novo formato da CNH Social 2020 irá servir como identificação de acesso mais precisa para estacionamentos, universidades e outros ambientes. A CNG com chip trará muitas novidades para os motoristas!

Quando começará a valer?

Você já deve saber que a Carteira de motorista passou por algumas mudanças a fim de proporcionar mais segurança em sua identificação. As modificações ocorridas em 2018 foram precisas para melhorar o funcionamento da CNH, assim ocorrerá com a implantação do chip.

A intenção é que a mesma comece a ser aplicada no primeiro semestre de 2019. Este tipo de mudança demora um pouco a ser estabelecida de forma que todos possam se utilizar e no geral, pode depender da região do motorista.

A nova CNH com chip será emitida em 2019 para todos os motoristas que tiverem passado nas provas práticas e teóricas estabelecidas e aplicadas pelo DETRAN de cada Estado. Portanto, você pode se informar com o órgão responsável de sua região ou acesse o site do DETRAN.

Como solicitar?

Como você pôde ver, a CNH Digital com chip trará muitos benefícios para o motorista e a sua implantação começará a valer em breve. Ainda não foi lançado nenhum acréscimo no valor base da Carteira de Motorista e pode ser que isto venha a depender diretamente do DETRAN de cada região.

Para quem tem dúvidas quanto a solicitação do novo modelo, deve saber que ele não será obrigatório. A ideia é que os motoristas que tem o documento inda válido, só recebam a versão cartão com chip quando precisarem renovar o mesmo. Portanto, os novos motoristas ou aqueles que irão precisar atualizar o documento, já receberão a modificada com funções tecnológicas.

A aquisição e emissão do novo modelo ocorrerá como a forma tradicional. Para os motoristas antigos, só será emitida a CNH com chip quando for realizada a renovação. Para os novos motoristas, é preciso passar pelo processo de autoescola e provas do DETRAN.

Trabalhadores poderão receber o Abono Salarial esse ano

Para sanar esses questionamentos, o site da Caixa Econômica Federal criou uma página de FAQ (perguntas feitas com frequência) para esclarecer aos trabalhadores o funcionamento básico de contribuição e pagamento do PIS.

Apesar de sempre muito bem cobrados em seus deveres, poucos trabalhadores brasileiros conhecem verdadeiramente bem os seus direitos. E em relação aos inúmeros benefícios trabalhistas obscurecidos pela desinformação, uma das principais dúvidas é PIS 2021 quem tem direito.

Na verdade, PIS 2021 quem tem direito são todos aqueles trabalhadores que estão cadastrados no programa por mais de cinco anos e que tem contribuído corretamente por intermédio do empregador. Assim, PIS 2021 quem tem direito pode retirar o abono em momentos de dificuldade financeira ou problemas de saúde.

PIS 2020 quem tem direito

Para saber mais sobre o abono salarial anual que é emitido para o Abono Salarial 2021 quem tem direito visite o portal da caixa e esclareça suas dúvidas a respeito do benefício trabalhista. Aproveite para confirmar com o seu empregador se ele está depositando sua contribuição em dia e confira se você terá direito ao abono salarial.

PIS 2021 tabela

Se você vem contribuindo com os fundos de benefícios trabalhistas, tem direito ao abono salarial e deseja saber a data do seu recebimento basta consultar a PIS 2021 tabela. Pela PIS 2021 tabela é possível saber a partir da data de nascimento do beneficiado a data mínima e o prazo limite para receber o dinheiro.

Desta maneira, o calendário de pagamentos disposto na tabela do PIS 2021 organiza a distribuição do abono a partir dos nascidos no mês de julho, seguindo sequencialmente até o mês de junho, pagando cada mês em períodos diferentes.

PIS 2021 tabela

Para saber qual a data de recebimento limite para o seu benefício cair na conta, acesse a página da Caixa que expõe o PIS e verifique se o período do seu processo recebimento ainda está em curso para evitar dores de cabeça futuras.

Conheça os problemas ao cancelar um financiamento estudantil

O cancelamento FIES 2021 é um direito de todo aluno que está com o financiamento em aberto e não tem mais interesse no mesmo ou que, por qualquer outro motivo, não poderá continuar a utilizar o mesmo. Nesse caso, é necessário entender como funciona o cancelamento FIES 2021 e aqui deixaremos as informações sobre.

O Financiamento Estudantil – FIES – é um programa que permite o financiamento do curso superior. Diversas instituições de ensino, em todo o país, possuem convênio com esse programa e vários alunos estão aderindo. Mas é normal que ocorra a necessidade de interrupção do mesmo e aqui veremos como proceder.

Como funciona o Cancelamento FIES 2021

Os interessados precisam entender como funciona o processo para cancelar seu FIES 2021 antes de dar procedência ao mesmo. Como qualquer outro tipo de contrato bancário, existem cláusulas para que o cancelamento possa ocorrer e saber os detalhes, deveres e direitos é fundamental para proceder corretamente com a finalização do financiamento.

O processo de cancelamento funciona apenas no sistema online do FIES e não pelos atendimentos presenciais da rede bancária e nem da instituição de ensino, portanto, é necessário que você tenha conhecimento desse detalhe.

Solicite o cancelamento pelo SISFIES.

Abaixo informamos alguns detalhes importantes a respeito do cancelamento do FIES e todos devem ter conhecimento antes de efetuar o procedimento:

  • Processo de cancelamento deve ser solicitado pelo site do FIES;
  • Após a solicitação online, o interessado deverá procurar o agente financeiro;
  • O cancelamento só estará disponível no sistema online do FIES entre os dias 1 e 15 de cada mês.

Tendo conhecimento das informações acima é possível entender melhor como funcionará o processo de cancelamento desse financiamento.

As dúvidas e demais informações poderão ser consultadas tanto pelo site, como também nos atendimentos presenciais das redes bancárias.

Passo a Passo sobre como Cancelar o FIES

Entender o processo de cancelamento FIES 2021 passo a passo é uma etapa importante e que faz a diferença para quem deseja realizar o mesmo. Evite dúvidas excessivas e verifique as instruções que deixamos a seguir:

  • Acesse o site do FIES: Clique Aqui
  • Informe seus dados de acesso: CPF e senha para logar;
  • Nas opções disponíveis na página de acesso, você encontra a opção “Encerramento”;
  • Acesse “Aditamentos”, depois clique no semestre disponível em “Referência”;
  • Leia as condições de encerramento e faça a conclusão do processo de cancelamento.

O processo de cancelamento do Financiamento Estudantil é simples, mas o aluno precisa ter atenção quanto as opções para quitar a dívida do FIES, pois, uma vez que o cancelamento é feito, o aluno deve começar a pagar o valor já usufruído.

Abaixo listamos as quatro opções para quitação do FIES, uma vez que ele é cancelamento antes do término da vigência:

  • Liquidar o contrato no ato do encerramento: para quem deseja pagar tudo, em valor único, sem parcelamento; 
  • Permanecer na fase de utilização: as fases de utilização, carência e pagamento trimestral são mantidos;
  • Antecipar a fase de carência: o aluno paga as parcelas trimestrais antecipadamente e depois passa a quitar as parcelas do financiamento;
  • Antecipar a fase de amortização: para quem deseja parcelar tudo que falta seguido do prazo de três vezes o tempo que foi usufruído o financiamento, mais o acréscimo de um ano.

Veja o que acontece se você calculou o Imposto de Renda errado

O imposto de renda é um tributo pago todo início de anos por pessoas físicas ou jurídicas, onde as mesmas são obrigadas a pagarem uma certa porcentagem de sua renda ao governo, informando e prestando informações referentes ao seu ganho naquele ano. Sendo assim, em casos de cálculos errados deste tributo, o contribuinte poderá sofrer algumas consequências. Neste post informamos todas elas. Continue conosco para conferir!

Quem deve declarar?

Antes de tudo, é de suma importância que você trabalhador brasileiro esteja ciente os casos que se enquadram no quesito de obrigatoriedade do pagamento do Imposto de Renda.

Confira a seguir todos os casos em que é necessário declarar este tributo:

  • Teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Teve rendimentos não tributáveis, ou tributáveis exclusivamente na fonte acima de R$ 40.000,00;
  • Realizou operações na bolsa de valores ou de mercados futuros;
  • Teve ganho de capital sobre a alienação de bens e direitos;
  • Teve renda anual rural bruta superior a R$ 142.798,50;
  • Queira compensar prejuízos e perdas da atividade rural de anos anteriores;
  • teve posse, no dia 31 de dezembro de 2018 de bens cujo valor ultrapasse a fixa de R$ 300.000,00;
  • Passou a condição de residente no Brasil e aqui se encontrava n dia 31 de dezembro de 2018.

O que pode acontecer em casos de erro no cálculo do IR?

É de suma importância que os contribuintes saibam como calcular o Imposto de Renda antes da declaração. Uma vez que, em casos de informações erradas podem gerar algumas consequências que poderão custar caro para o seu bolso

A seguir, saiba quais são essas consequências:

  • Pagamento de mais imposto do que é devido;
  • CPF/CNPJ cai na “malha fina” e fica sob constante fiscalização;
  • Poderá ocasionar pagamento de multas elevadas (valores podem variar entre 75% e 225% sobre o imposto) e juros conforme a Selic;
  • Meses de preocupação aguardando a resposta da Receita Federal;
  • O contribuinte poderá chegar a ser preso.

Como calcular?

Agora que você está ciente do que pode acontecer com aqueles contribuintes que calcularem o Imposto de Renda de forma errada, chegou o momento de saber como funciona este cálculo.

O mesmo é feito levando em consideração o salário bruto sendo multiplicado pela alíquota do INSS menos o valor de dedução por dependente multiplicado pela alíquota do IR menos a parcela a deduzir do IR.

Para entender melhor, veja a explicação a seguir:

Salário bruto – Dependentes – INSS multiplicado pela Alíquota – Dedução = Imposto de renda retido na fonte.

A seguir, confira a tabela atual do IRRF:

Base de Cálculo Alíquota               Parcela a Deduzir do IR

Até R$ 1.903,98                –             –

De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 7,5%      R$ 142,80

De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15%       R$ 354,80

De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5%    R$ 636,13

Acima de R$ 4.664,68     27,5%    R$ 869,36

Uma forma de ficar por dentro de mais informações sobre este tributo, é realizando a consulta lote Imposto de Renda.